Resenha - O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

Editora: LEYA BRASIL
Autor: Ransom Riggs
Idioma: PORTUGUÊS
Encadernação: BROCHURA
Nº de Páginas: 336


SINOPSE
Tudo está à espera para ser descoberto em 'O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares', um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas.
Nunca julgue um livro pela capa
Confesso que quando vi a capa e as imagens desse livro pensei que fosse um livro de terror, mas também quem não ficaria com medo das imagens do livro.
Mais não é uma história de terror e sim Fantasia.
A escrita do Ransom é fluida e a trama tem um ritmo não muito corrido nem muito parado. É um livro que vale àpena ser lido não apenas por suas características físicas, mas também porque é perceptível que o autor melhorou no decorrer do livro. Uma leitura agradável e peculiar.

Novos autores brasileiros

Olá amigos leitores hoje estou aqui para indicar livros de alguns autores nacionais, são  eles:

Pablo Madeira : Clér;
                            Um Novo Começo;
                            Sem Amor so a Loucura.
Celio Vieira : Olhos Fechados;
                       Sob os Olhos de um Anjo.

Eliane Rossi : A Sétima Casa. 

Divino Batista : Apaixonada por um Idiota (trilogia).

Adrielli Almeida : Feita de Letra e Música.           
                              Feita de Melodia e Sonhos.

Dielson Vilela : O Meu Melhor Amigo é Gay.

Letícia Godoy : Deixe-me Entrar;
                           Deixe-me Ver.

Juliana Daglio : O Lago Negro;
                            Submersão.

Renan Merlin Cuani : Não tão Primos.




A garota no trem

Título : A Garota no Trem
Autor  (a): Paula Hawkins
Editora: Record
Paginas: 378
Sinopse: Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas.
Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Devo confessar que o começo da leitura foi um pouco arrastado. O livro demora um pouco para ficar bom devido a Rachel passar uma parte do início do livro narrando sua decadência pessoal.
A garota no trem ficou entre os mais vendidos em todos os países onde foi publicado. Descrito por Stephen King como um excelente suspense foi comparando como sendo uma mistura de Garota Exemplar e Janela Indiscreta.
O livro é narrado por três mulheres Rachel, Megan (jess) e por Anna.
Algumas coisas que não me agradaram
As folhas são muito finas e o final é muito previsível e os personagens não são agradáveis quando ler o livro vão saber do que estou falando.
Mais se você gosta de um bom thriller, leiam o livro.

O Amigo de Cristina


Eu tinha 9 anos quando vi Cristina pela primeira vez. uma garotinha de cabelos pretos que usava um óculos sentada no parquinho da escola não sei porque mais ninguém ai la falar com a garota nova. Diziam que ela era estranha. tinha ficado curioso e fui la ver a tal garota me aproximei dela e começamos a conversar descobri que ela tinha acabado de se mudar para minha cidade e estava um pouco triste por não ter nenhum amigo então perguntei se ela queria ser minha amiga e daquele dia a diante nos tornamos melhores amigos.
Acho que não me apresentei ainda pra você. Meu nome é Paulo e não tenho mais 9 anos estou com 17 anos agora e Cristina tem 16 anos e muita coisa aconteceu durante esses anos.
Cristina mudou muito agora é a rainha do Colégio a garota mais linda e namora com o Caio o Campitao do time de futebol do Colégio e eu sou apenas um cara normal conhecido por todos no colégio como apenas " O Amigo de Cristina ".